domingo, 26 de dezembro de 2010



Fique ai, não chegue perto, não diga nada, isso só poderá piorar. Só me empresta teu peito? Porque a dor não está cabendo no meu. Desculpe-me por não aguentar tanto.

Emelly Dias Aloy

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Ela era você.

Ela sorria indiferente à minha presença. E partia sem ao menos olhar pra trás. Não sei o que pensava, não sei nem se me amava. Mas ela costumava dizer que precisava sentir muito mais do que amor, para permanecer ali. E sempre que ela partia, dava a mesma desculpa.

Mas eu nunca entendia o que ela queria dizer. Podia estar errada, mas o amor era o suficiente pra tudo, era o amor que me fazia querer respirar.

E eu não poderia nem se quer contar nos dedos todas as vezes que chorei tentando faze-la permanecer, nunca tive dedos o suficiente. Mas não importava o que acontecia, ela sempre ia embora e voltava, com frequência. E eu me sentia a pessoa mais fraca, por não ter coragem de por um fim nisso.

Só que o que ainda me fazia permanecer ali, eram o amor e a esperança de que um dia ela sentisse o suficiente para que voltasse, sem precisar partir, mas uma vez...

E em segredo, ainda é assim.

Emelly Dias Aloy

sábado, 20 de novembro de 2010

Eu escrevo como se fosse para salvar a vida de alguém. Provavelmente a minha própria vida...

(Clarice Lispector)

domingo, 14 de novembro de 2010

O amor.

Perguntaram a John Lennon:
- Por que você não pode ficar sozinho, sem a Yoko?

E ele respondeu:
- Eu posso, mas não quero. Não existe razão no mundo porque eu devesse ficar sem ela. Não existe nada mais importante do que o nosso relacionamento, nada. E nós curtimos estar juntos o tempo todo. Nós dois poderíamos sobreviver separados, mas pra quê? Eu não vou sacrificar o amor, o verdadeiro amor, por nenhuma piranha, nenhum amigo e nenhum negócio, porque no fim você acaba ficando sozinho à noite. Nenhum de nós quer isto, e não adianta encher a cama de transa, isso não funciona. Eu não quero ser um libertino. É como eu digo na música, eu já passei por tudo isso, e nada funciona melhor do que ter alguém que você ame te abraçando.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Isso está me matando.


Tem vezes que não consigo me lembrar de como se respira. Sinto que vou acabar morrendo. E o pior é que não me importaria em partir, se ao menos fosse pra bem longe daqui.

Emelly Dias Aloy